<< voltar

Um dia para se conhecer

É fundamental que a cada novo ciclo de atividades se crie dinâmicas para traçar o perfil da nova turma de trabalho. Os bolsistas da Escola Coronel Pillar atentos à esta necessidade, aplicaram um jogo didático (jogo da memória e interpretação de imagens) ambientado no Egito faraônico (conteúdo trabalhado com a turma no ano de 2014), no intuito de quebrar o ‘gelo’ inicial com a turma e integrá-los com os colegas.

A partir dessa atividade que passou em todas as turmas que fazem parte da  nova etapa, os bolsistas criaram as novas atividades do cronograma de 2015, baseado nas fragilidades e potencialidades evidenciadas pelas turmas com a prática do jogo. É importante ressaltar que o cronograma é um planejamento, e conforme sua natureza pode vir a sofrer alterações, pois mesmo com a avaliação possibilitada pelo jogo não é possível traçar um identidade legítima dos sujeitos devido a heterogeneidade da natureza humana.

Nesse caso as atividades de reconhecimento servem como termômetro,  de forma alguma devem universalizar o planejamento, mas apenas introduzi-lo. Não há dúvidas da significância da dinâmica do reconhecimento de turma, pois ela ilumina caminhos e apresenta horizontes que precisam ser trabalhados constantemente.

10401952_720735614705610_2044343932121389706_n

Bolsistas ao fundo e aluna em destaque durante a atividade.

10429409_720735984705573_3684075779973524796_n

Aluno construindo a pirâmide social do Egito Faraônico

Alunos desenvolvendo atividade