<< voltar

A MITOLOGIA EGÍPCIA. O QUE ESTÁ PRESENTE DELA NOS CONTOS E CRENÇAS ATUAIS?

Após a professora trabalhar sobre o Egito Antigo com as turmas citadas, o subprojeto aplicou uma atividade sobre a mitologia egípcia, focando o Mito de Osíris, na intenção de fazer referências com as crenças atuais, demonstrando as influências deste mito. Além disso, focou-se nas figuras de alguns deuses, para que fosse possível compreender, no âmbito do imaginário coletivo, o que era importante na vida dos egípcios.

Em ambas as turmas o tempo da atividade teve duração de dois períodos de quarenta e cinco minutos. Para o primeiro período, foi preparada uma apresentação de slides composta de mapas do Egito Antigo, comparadas ao Egito atual, na intenção de localizar o Rio Nilo, bem como perceber o Egito como um país africano. A seguir, imagens dos deuses egípcios, seguidas de explicações sobre sua importância, como, por exemplo, o deus do Nilo, Hapi, representando a fartura, pois todo o alimento dependia do Nilo, e Sobek, o deus Crocodilo, que representava as cheias do Nilo, que, como os crocodilos, saem das margens do rio e logo retornam. A imagem do Salão do Julgamento também foi demonstrada, trabalhando perspectivas mitológicas sobre a alma, a vida após a morte, o julgamento, a justiça, a ordem e o caos para os egípcios.

A seguir, foi apresentado o mito de Osíris, em uma versão bastante simplificada, na intenção de, por meio dele, trabalhar elementos da mitologia egípcia que se encontram presentes nos mitos, crenças ou contos atuais. Por exemplo, o momento em que o deus Set anuncia em uma festa que possui um lindo sarcófago e quem couber nele o ganhará de presente. Todos os deuses experimentam o sarcófago, bem como ocorre com o sapatinho de cristal em Cinderela. Ou então, o peixe visto como sagrado e única carne que pode ser consumida na Sexta-Feira Santa pelos os cristãos. Isso está presente no Egito Antigo, quando um peixe devora uma das partes do corpo de Osíris e comer a carne de peixe significava ingerir carne sagrada.

Após concluir a apresentação de slides, o segundo período de aula foi dedicado a um jogo de memória, composto de catorze pares com imagens de deuses egípcios e, para cada par, uma terceira carta com uma breve explicação para aquele deus. Os alunos foram colocados em círculo em torno do jogo e cada aluno que encontrou um par, leu para os colegas a carta contendo a explicação.

Durante a atividade, ambas as turmas demonstraram interesse e curiosidade sobre a temática, interagindo muito com o grupo.

 

Exibindo 14425515_1025771117535390_8531587626006347668_o.jpg

 

Exibindo 14448766_1379935108702996_3134396654620195391_n.jpg

 

Exibindo 14457265_1379935122036328_4384890517017248322_n.jpg

 

Exibindo 14480570_1025771120868723_2724073811597801035_o.jpg

 

Exibindo 14519767_1379935192036321_5649342278922840880_n.jpg